Proteção e Monitoramento 24 x 7

Julho 26, 2016

São Paulo, 26 de julho de 2016 — Os recordes dos Jogos Olímpicos Rio 2016 serão medidos com base na rapidez, altura ou tempo, sendo que a diferença entre uma medalha de ouro e uma de prata muitas vezes será marcada por frações de segundos ou polegadas. A GE, por meio de seu próprio conjunto de métricas – às vezes medidas em milissegundos – irá monitorar os sistemas críticos de segurança de energia implantados em todas as 32 arenas para os Jogos Olímpicos Rio 2016.
Para ajudar a manter a energia elétrica em conexão e fluxofuncionamento para todas as instalações e operações olímpicas e também fornecer backup de energiacapacidade energética de apoio durante todo o período dos Jogos24 horas por dia, a GE Energy Connections disponibilizará mais de 3.000 dos seus sistemas de fornecimento de energia ininterrupta (UPS, sigla em inglês) monofásicos e trifásicos, incluindo as séries TLE e SG, como parte de um amplo sistema de proteção.
A solução engloba uma instalação exclusiva de monitoramento de energia construída pela GE e composta por uma equipe de mais de 40 especialistas de serviço da GE Energy Connections que vão monitorar até 110 sistemas de UPS trifásicos de grande porte em quilovolts-ampères e também a maioria das 2.954 unidades monofásicas usadas para os Jogos.

Proteção e Monitoramento de Energia

A GE tem uma longa história de fornecimento de soluções voltadas para o backup de energia de segurança para o suprimento energético nos Jogos Olímpicos, tendo fornecido sistemas de UPS para todas as edições desde Turim 2006. Para os Jogos Rio 2016, a GE se baseou em suas experiências passadas para projetar uma instalação exclusiva de monitoramento de proteção, localizada no centro de operações de tecnologia no Maracanã, a qual está conectada com todos os sistemas de UPS trifásicos.
A comunicação em rede entre os sistemas de UPS e o centro de monitoramento fornece status em tempo real e contínuo com alarmes que controlam o desempenho do sistema e identificam qualquer necessidade de manutenção ou os chamados “eventos”, ou seja, quando a UPS responde a mudanças na de qualidade do sinal ou falhas de energia. Esses dados são constantemente analisados para garantir que cada equipamento forneça a qualidade e a proteção energética necessária para manter os Jogos em funcionamento.
"Durante os Jogos Olímpicos de Londres 2012Inverno em Sochi em 2014, nós monitoramos 1.800 incidentes, que envolveram quedas da tensão de entrada nas unidades de UPS monofásicas e trifásicas (299 eventos) ou alarmes de UPS que sinalizaram incidentes de limite de carga de saída (150 eventos)", disse Giovanni Capua, gerente de serviço na GE. "Para estes incidentes, nós monitoramos o ocorrido e o desempenho dos sistemas de UPS usando um painel em tempo real".
Em agosto desse ano, quando o centro de monitoramento estiver em funcionamento, uma equipe de oito especialistas de energia da GE e sua rede de parceiros no Brasil vão trabalhar no centro 24 horas por dia durante todo o período dos Jogos.
Os dados coletados no centro de monitoramento também são utilizados após o encerramento dos Jogos. Todas as informações sobre carga de energia recolhidas serão enviadas ao Comitê Olímpico Internacional como parte da cooperação da GE no Programa de Transferência de Conhecimento dos Jogos. Estes dados ajudarão futuros organizadores a entender melhor como a energia é utilizada pelos locais e aplicações durante o evento esportivo.